Por que deixar de voar?

Durante a tarde, enquanto eu passava alguns minutos na janela do meu quarto, uma coisa prendeu minha atenção: uma borboleta voando incansavelmente de um lado para outro.
Seu voo parecia interminável, até um pouco sem rumo do meu ponto de vista. Fiquei pensando: “Será que ela não tem um lugar específico para onde deseje ir e finalmente pousar?”, mas depois de observar aquilo por um tempo encontrei a resposta para minha pergunta.

Você já viu o processo que uma borboleta enfrenta antes de poder voar por aí? Não é um período fácil. E voar? Bem, se você estivesse dentro de um casulo, voar seria a última coisa no mundo que você se julgaria capaz de fazer, certo?
Eu, no lugar de uma borboleta, também iria querer voar eternamente, afinal, se o tempo de escuridão e a falta de liberdade acabaram, que graça tem voltar à vida sem movimento?

Acredito que é assim com nossa vida espiritual. Entregamos nossa vida a Deus e somos libertos da escuridão, livres das prisões da velha criatura. Recebemos “asas” e somos chamados para desfrutar da liberdade que há nEle, vivendo segundo Sua vontade e voando livremente, soltos de tudo que nos prendia à velha vida e nos afastava de Jesus.

Se fosse possível sugerir à uma borboleta: “Ei, por que você não fica no chão?”, acho que ela responderia: “E por que deixar de voar?”. Se você já experimentou a liberdade que há em Cristo e o quanto é incrível viver perto dEle, por que voltar à escravidão da velha criatura ou afastar-se do Único que pode fazer da sua vida um eterno voo?

Certa vez li uma frase assim: “Caminhar fica muito chato quando você aprende como voar.” Acho que essa é uma das lições que as borboletas nos ensinariam se pudessem.
Quando você se sentir desanimado sobre buscar a Deus, lembre-se de como Ele te fez voar. Acho que você vai concordar comigo: depois de conhecer uma vida assim, viver preso e no escuro não tem a menor graça!

Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão. (Gálatas 5:1)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s